facebook

Slow Living – 9 maneiras de começar

PECOH

abril 7, 2022

ebook sustentavel pecoh

Hoje em dia, parece que estamos todos tão ocupadas em nossas vidas diárias, não é?

Quando alguém te pergunta: “Como você está?” A gente responde muito “Estou bem, mas que correria!”

Quase parece anormal se você não está vivendo com uma agenda lotada. Mas às vezes você não tem a sensação de que a vida está apenas passando por você?

Você também já sentiu a necessidade de se afastar de toda essa correria e encontrar um momento de paz?

Se a resposta é ‘Sim!!’, você pode estar precisando do movimento slow living.

E aí, temos algo em comum. Começei assim também. Sempre na correria e não conseguindo relaxar de verdade quando não tinha nada a fazer (porque me sentia culpada que estava fazendo nada).

Agora já aprendi e acredito que nossas vidas modernas não devem ser definidas por quanto longa as nossas listas de to-do’s são. Vamos trocar esse ‘fast living’ por ‘slow living’!

Estamos juntas? Então neste blog eu gostaria de inspirá-la a encontrar maneiras de optar por uma vida mais simples  e devagar (mais não menos luxuosa ou agradável) em vez de ocupadas e desordenadas.

Viver melhor, não mais rapido

Slow living é um termo derivado do movimento italiano de slow food dos anos 80. Este movimento surgiu em resposta à rápida expansão das cadeias de fast-food (uma comida geralmente menos saudável que vem rápido, sem você aproveitar com vontade e de verdade da comida), e em vez disso o slow food quer enfatizar a importância da produção de alimentos tradicionais.

Atualmente o conceito de slow living tem muitas outras subcategorias, como slow fashion e slow cities, que são todas uma reação à filosofia de quantidade vs qualidade.

É claro que slow living não significa literalmente realizar suas atividades diárias mais devagar…

É mais uma mentalidade ou estilo de vida que você desenvolve no qual você está mais consciente, onde você se permite dar um passo para trás e tente desconectar-se com mais frequência.

Enfatiza estar no momento e coloca o que você mais valoriza em primeiro lugar.

É ideal para desfrutar de uma melhor qualidade de vida. E quem não quer isso, né? 🙂

fast food slow food
Fast food e Slow food. Qual te dá mais vontade de sentar e aproveitar de verdade a comida?

Como aderir ao movimento slow living?

Aprenda a dizer não de vez em quando

Um primeiro e importante passo para começar slow living é tentar estabelecer limites.

Você verá que eles criarão espaço em sua vida, tempo precioso para refletir e descansar, tempo para relacionamentos significativos, e muito mais.

É claro que isso não significa que você tenha que dizer “não” a tudo e a todos o tempo todo, mas é bom encontrar o equilíbrio certo: em quem você realmente quer investir? Quem realmente te valoriza e merece a sua atenção também? Quem só está aproveitando de você? E será que aquele evento realmente vai te deixar feliz, ou precisa de um momento para você?

Se você estiver lutando para estabelecer limites, tente descobrir o que é importante para você. É a sua família, suas viagens, seu hobby, seu trabalho…? Tenha em mente seus três favoritos sempre que planejar a sua agenda.

Criar espaço para manhãs (e noites) lentas​

Na maioria das manhãs, a gente tende a se sentir apressada e não prestamos muita atenção ao autocuidado. Se você se permite mais tempo pela manhã, você terá mais tempo para apreciar a silência e a paz antes de começar o dia.

Talvez você possa tentar acordar um pouco mais cedo e começar uma slow living rotina matinal.

Abra as janelas, deixe o sol entrar e tome seu tempo para acordar seu corpo com um pouco de ar fresco. Depois disso, desfrute de uma rotina de cuidados com a pele e tome tempo para apreciar o nascer do sol enquanto toma sua primeira xícara de café ou água.

Lembre-se de tomar um bom café da manhã para começar seu dia. Desta forma, você não se entregará a lanches menos saudáveis depois.

Uma outra atividade boa de slow living é se alongar, fazer um exercício matinal ou uma sessão de ioga: saudar o sol! E não se esqueça de ligar sua lista favorita de música de slow living! 😉 Aqui montamos uma lista de música em Spotify caso quiser.

A propósito, uma boa rotina noturna é igualmente importante. Faça uma boa xícara de chá, acenda algumas velas, aplique uma máscara facial ou capilar e leia um pouco. Ou sente-se lá fora e olhe para o céu estrelado. A meditação pode ajudar a limpar sua mente após um dia ocupado e certamente melhorará a qualidade de seu sono.

Abaixo você pode encontrar um exercício de meditação tranquilizante para as noites:

  1. Sente-se com as costas direitas e relaxe seus ombros.
  2. Coloque a ponta da língua contra o tecido atrás dos dentes anteriores superiores e tente manter a língua no lugar enquanto respira.
  3. Inspire pelo nariz até uma contagem de quatro.
  4. Sustenha sua respiração por sete segundos.
  5. Expire pela boca por aproximadamente oito segundos.

Isto é considerado um ciclo de respiração. Você pode repetir isto mais três ou quatro vezes.

Treine seu cérebro para mindfulness

Estar mindful é fundamental em seu estilo de vida de slow living.

Durante cada atividade do seu dia, tente se concentrar no que você está fazendo e tente não se distrair com seu telefone, ou seus pensamentos.

“Ah, mas como?”
É difícil mesmo né, mas foque-se no seu ambiente imediato de propósito, e sem julgar. Observe todos os seus sentimentos e pensamentos enquanto você está fazendo algo e esteja presente.

Um momento muito importante para estar completamente no presente é quando você come. Não deixe se distrair pelas telas e aproveite totalmente o cheiro e o sabor da sua comida. Tente distinguir as ervas e especiarias e mastigue com calma. Dê ao seu cérebro tempo suficiente para te avisar que você está satisfeita.

Outras práticas de mindfulness são quando você estiver no chuveiro.

Por exemplo, tente prestar atenção na maneira que a água toca sua pele ou no cheiro do seu shampoo. Ou desfrute com vontade do cheiro da primeira xícara de café do dia. Arrume tempo para dar carinho ao seu pet, sinta o pelo macio e perceba como ele é grato por este momento com você. Ou à noite, entrando em sua cama e sentindo e cheirando os lençóis recém lavados na cama.

Pode parecer bobo, mas vai te trazer paz e tranquilidade.

Para os praticantes mais avançados de mindfulness:

Imagine ficar preso no trânsito. Você logo se sente frustrado porque começa a pensar em tudo que ainda precisa fazer a noite e o tempo que está perdendo. Quanto mais você pensa sobre isso, mais irritada e estressada você fica. Talvez você comece a julgar a pessoa na sua frente e começa a ficar brava com tudo que está errado na cidade ou na sua vida.

Estar mindful nesta situação é tentar deixar de lado estes pensamentos e sentimentos de raiva. Em vez disso, ligue a sua música favorita e presta atenção à sua respiração. Olhe ao seu redor e perceba o que está acontecendo lá fora.

Veja isto como uma oportunidade inesperada para relaxar, refletir e reequilibrar. O trânsito certamente não irá mais rápido se você ficar estressada, então é melhor aceitar a situação e se acalmar.

Quando você estiver em um momento estressante ou está muito preocupada, tente refletir sobre os pensamentos que está tendo. Como eles fazem você sentir? Vale a pena continuar sentir esses sentimentos e continuar com os seus pensamentos ou só te deixam ainda mais estressada? O que você poderia fazer para aliviar sua mente?

Slow_living_meditacao
Estar mindful é fundamental em seu estilo de vida de slow living

Mantenha o registro de seus pensamentos em um noteboOK

Não deixe sua mente correr muito, portanto, mantenha o controle dos to-do’s, listas, desejos e objetivos em um caderno.

Isto o ajudará a esvaziar e acalmar sua mente. Um caderno também pode ser útil para manter uma lista com coisas pelas quais você é grato, é tão importante focar nas coisas positivas na hora de praticar slow living!

DICA

Use o aplicativo de Notas do seu telefone! Normalmente você sempre tem o celular contigo e pode excluir as tarefas/metas que foram feitas.

Mexe o seu corpo

Como já destacado anteriormente, o movimento corporal é um componente importante em seu estilo de vida de slow living, pois é benéfico para sua saúde física e mental. Crie espaço para praticar esportes em um clube, vá correr no parque ou simplesmente começar sozinho em casa.

Estenda seu tapete e consulte o Youtube para várias sessões de exercícios/yoga online. Pegue as escadas no lugar do elevador ou deixe seu carro na garagem por uma vez e ande a pé ou de bicicleta ao fazer pequenos recados. Pelo menos você não ficará estressado com engarrafamentos de trânsito.

DICA

Enquanto caminha, tente perceber o que está acontecendo ao seu redor, aprecie o calor dos raios solares em seu rosto. Olhe para cima e dê uma olhada nas nuvens. Quais as formas que elas têm hoje? Sintonize com seu corpo e preste atenção ao movimento de seus pés enquanto caminha. Qual é a sensação?

Encontre um hobby

Já sabemos que slow living é encontrar maneiras de relaxar a mente. Portanto, encontrar um hobby criativo, educativo e inspirador é, sem dúvida, uma boa idéia. Trabalhar com as mãos é uma das melhores maneiras de mudar seu foco e também evitará que você fique muito na sua própria cabecinha. Alguns exemplos de passatempos: jardinagem, correr, fazer cerâmica, cozinhar, fotografia, ouvir podcasts, ler, pintar, arranjar flores, tricô, …

slow_living_jardinagem
Slow_living_flowerarranging
Jardinagem e arranjo de flores são boas maneiras de relaxar

Arrumar sua vida

Não sei você, mas a minha mente está definitivamente mais tranquila quando minha casa está organizada e limpa.

Uma sala arrumada certamente é mais convidativa para sentar e descansar, para apreciar um bom livro ou para ter uma boa conversa com um amigo. Além disso, toda essa bagunça provavelmente vai te lembrar o tempo todo dos seus to-do’s. Nada relaxante então…

Lembre-se, slow living é um estilo de vida.

Não precisa ficar irritado se não conseguir aplicar tudo na hora. Dê pequenos passos e não tente fazer tudo isso em um só dia.

Reserve um dia para os seus armários de cozinha, outro dia para o seu guarda-roupa. Reorganize as suas roupas e não necessariamente jogue fora as roupas que você não usa mais. Você poderia usá-las como panos na casa, ou dar-lhes uma segunda vida: talvez doar para um abrigo de animais. Vê mais ideias sobre o que fazer com roupas velhas aqui.

Além de desbagunçar a sua casa, você pode fazer isso com o seu telefone: apague os aplicativos que você não usa mais, esvazie aquela caixa de correio e para de seguir os perfis Instagram que te fazem sentir-se insegura.

 

Consumir menos

Uma outra maneira de criar uma cultura de slow living é reduzir a compra constante de coisas novas. Isto significa estar atento a maneira que o nosso comportamento de consumo afeta a sociedade e o meio ambiente.

Antes de tudo, você poderia simplesmente tentar comprar menos, escolher qualidade em vez de quantidade. Se você quer comprar algo novo, pense se você realmente precisa. Talvez você possa até mesmo pedir emprestado a amigos, família ou vizinhos.

Além disso, também é importante comprar alimentos locais e sazonais. Tente apoiar empresas sustentáveis e vá para o mercado local, os preços são definitivamente mais razoáveis alí. Clique aqui para saber como reduzir a quantidade de lixo de comida.

E, finalmente, considere a possibilidade de comprar em segunda mão. Esta última provavelmente levará mais tempo que as compras no shopping, mas será gratificante saber que você está fazendo sua parte por um ambiente melhor. Para mais dicas de slow fashion, dê uma olhada neste artigo.

Viver de forma mais sustentável

Finalmente, slow living também é ter uma mente consciente em direção à sustentabilidade. Reduza o desperdício e seja gentil com sua casa, pele e cabelo com produtos naturais. Produtos sem químicos, que cheiram bem, que fazem bem para você e o meio ambiente. Não te traz tranquilidade já?

Não tenha medo de sair da sua zona de conforto. As melhores coisas podem estar lá…

Consulte mais dicas e truques aqui.

Sabonete-hortela-pimenta-natural-positiva-08
Produtos sustentáveis podem te trazer mais conforto e tranquilidade mental, sabendo que não contêm químicos nocivos afetando a sua saúde ou o meio ambiente.

Conclusão

Espero que você tenha achado nova inspiração para encontrar paz e tranquilidade na sua vida. Para relaxar e aproveitar a sua vida com vontade.

Comece a integrar alguns desses hábitos de vida aos poucos na sua rotina. É colocar a si mesmo e o que você valoriza em primeiro lugar e por isso vale absolutamente a pena tentar. Comece a investir em você mesmo hoje e encontre a sua nova rotina de cuidados com o cabelo com produtos naturais.

E não se esqueça: desenvolver um estilo de vida de slow living não é criar uma lista de to-do’s mais longa. Trata-se de ser flexível e de levar algum tempo e espaço para descobrir o que você mais precisa em um determinado dia.

Não se estresse se você não tiver feito sua meditação diária. Todo dia pode ser diferente. Basta escutar para o que a sua alma e coração estão te falando.

Aproveite para ir com calma! Você merece…

3 passos

mais dicas ecológicas?

Inscreva-se no newsletter

Para receber 1 email cheio de dicas legais todo mês

Receba o nosso e-book de brinde

Com 75 das nossas melhores dicas junto com o newsletter

Comece a sua jornada

Escolhe uma das dicas e comece a implementar no seu dia a dia. É fácil assim!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe uma resposta

Carrinho de compras
Junta-se à lista de espera Deixe o seu email aqui e te avisaremos quando voltar no estoque.

OBRIGADA!

O seu PDF está te esperando!
Pronta para começar? :)

Natural

O seu guia de

tratamento capilar

Abrir Chat
Precisando de ajuda?
Oi! 👋
Como podemos te ajudar?